domingo, 6 de janeiro de 2008

Letra

Composição: Vinícius de Moraes / António Carlos Jobim

Olha que coisa mais linda
Mais cheia de graça
É ela menina
Que vem e que passa
Num doce balanço, a caminho do mar

Moça do corpo dourado
Do sol de Ipanema
O seu balançado é mais que um poema
É a coisa mais linda que eu já vi passar

Ah, porque estou tão sozinho
Ah, porque tudo é tão triste
Ah, a beleza que existe
A beleza que não é só minha
Que também passa sozinha

Ah, se ela soubesse
Que quando ela passa
O mundo sorrindo se enche de graça
E fica mais lindo
Por causa do amor


Composição: Vinícius de Moraes / António Carlos Jobim / Norman Gimbel

Tall and tan and young and lovely
The girl from Ipanema goes walking
And when she passes, each one she passes goes "a-a-ah!"
When she walks she's like a samba that
Swings so cool and sways so gentle,
That when she passes, each one she passes goes "a-a-ah!"
Oh, but I watch her so sadly
How can I tell her I love her?
Yes, I would give my heart gladly
But each day when she walks to the sea
She looks straight ahead not at me
Tall and tan and young and lovely
The girl from Ipanema goes walking
And when she passes I smile, but she doesn't see
She just doesn't see
No she doesn't see


“Garota de Ipanema” foi traduzida para diversas línguas. Desde a inglesa “The girl from Ipanema” à francesa “La fille d'Ipanema”, passando pela versão indonésia “Gadis dari Ipanema”, sem esquecer a espanhola “Chica de Ipanema”. Se falarmos de “Das Mädchen aus Ipanema” ou “Meisje van Ipanema” continuamos a falar da mesma música, que foi até cantada em hebraico.

Sem comentários: